Projeto que conseguiu arrecadar fundos no Kickstarter coloca a potência de um Raspberry Pi Zero W com tela LCD em uma carcaça de Game Boy Advance com direito de botões adicionais e emuladores da era 8 até 32 Bits!

Você já deve ter visto pela internet à fora os milhares de projetos envolvendo o micro-computador chamado Raspberry Pi (em inglês). Principalmente os retro-gamers que adoram um emulador (eu mesmo particularmente os amo!) e criam video-games retrô bem no estilo do NES e SNES Mini.

A facilidade de trabalhar com os projetos envolvendo o Raspberry Pi e seu baixo custo-benefício chamam muita atenção de diversas comunidades e desenvolvedores e tem apresentado projetos pra lá de bacana – Os famosos Fliperamas de Bar são os projetos mais requisitados pela galera.

Mas um modelo em especial tem chamado muita atenção, trata-se do Raspberry Pi Zero W. Apesar do seu poder de processamento ser menor do que o modelo mais potente (O Pi 3) ele é muito pequeno e com isso você tem a possibilidade de criar vídeo games portáteis que não deixam nada à desejar e conseguem rodar de boa jogos da era 8 até 32-Bits.

Como os modelos de Raspberry Pi você pode colocar módulos adicionais, basta ter uma carcaça legal (sério, tem gente que usa até pote de Tupperware como case!) e adicionar uma tela portátil que pode possuir até suporte em touch screen!

Pensando nessas possibilidades e utilizando muito a imaginação, um projeto chamado Freeplay Zero promete trazer toda a potência de um Raspberry Pi em um modelo de Game Boy Advance.

Protótipo do Freeplay Zero e suas evoluções
A evolução do Freeplay Zero

O Freeplay Zero nasceu do projeto Game Pie Advance (Você pode ver mais sobre este projeto aqui (em inglês). Ele une o que há de melhor do Raspberry Pi Zero com uma pequena tela LCD e uma carcaça ao melhor estilo do Game Boy Advance para trazer o máximo de entretenimento.

Game Pie Advance

Seus criadores ensinam em um vídeo como adaptar uma carcaça de Game Boy Advance para fazer o projeto, e ainda como colocar botões adicionais X e Y para aumentar a compatibilidade com outras plataformas e jogos. O projeto utiliza como base o sistema operacional RetroPie (em inglês), que fica encarregado de oferecer os emuladores para a jogatina.

Freeplay Zero versão final com botões adicionais na cor amarela.
O Freeplay Zero fica incrível.

Em Junho de 2017, a equipe conseguiu arrecadar fundos com sucesso em uma campanha no Kickstarter para produção e desenvolvimento de um projeto com qualidade “preimium”. E o resultado é bastante satisfatório!

Mas é uma pena que nem tudo é um mar de rosas… O preço é um pouco salgado mesmo para o pessoal que mora nos EUA. O valor é de 89 dólares (R$ 289,65 na cotação de hoje, 21) sem contar os impostos.

Você pode conferir abaixo o vídeo do Freeplay Zero em perfeito funcionamento:

Nada que um pouco de paciência, ousadia e domínio em eletrônica e um GBA abandonado na gaveta não faça com que você arrisque em criar um projeto desse! (PELO AMOR DE DEUS, MANDA PRA GENTE O RESULTADO SE FIZER!)

RevisãoSiggy Kun
Artigo Anterior
Dez coisas para fazer em Johto antes de...
Próximo Artigo
Super Mario Land 2 ganha versão para Game...


Comentários


SiggyKun

Um retro-gamer louco e apaixonado por 8-Bits, pixel-art e um leão. Sou fissurado por emuladores, que foi aonde eu adquiri paixão total pelos portáteis. Meu primeiro contato real com um Game Boy foi aos 20 anos onde ganhei um com Pokémon Yellow. Sou pai de um Nintendo 2DS, um PSP e um Game Boy Pocket que é o meu xodó!


Compartilhe