Está querendo comprar, vender ou trocar seus jogos e portáteis? Muitas dúvidas surgem quando o negócio é barganhar, principalmente jogos e video-games antigos. Vamos compartilhar com vocês algumas dicas valiosas antes de comprar ou vender seus portáteis!

Colecionar videogames é um hobby prazeroso, ainda mais quando se trata de portáteis, já que ocupam menos espaço e podem ser guardados até na gaveta da cômoda. Isso, claro, se você não quiser ter uma vasta coleção, pois não tem sensação melhor que pegar um cartucho bacana e jogar bastante só para desfrutar dos bons e velhos tempos. Sempre surge uma nova tentação, novos itens imprescindíveis e de grande desejo. Com isso a coleção sempre tende a aumentar.

Eu sigo algumas regras para evitar dores de cabeça e resolvi compartilhar um pouco da minha experiência com vocês.

Compre e negocie em lugares com fontes confiáveis

A tarefa de encontrar e negociar itens colecionáveis se tornou bem mais simples nos dias de hoje. Grandes sites como eBay (em inglês), Mercado Livre, OLX e grupos de compra e venda como os do Facebook tem ajudado muito nessa árdua tarefa.

Para começar uma coleção de portáteis você precisa ser paciente e não ter preguiça para realizar pesquisas, ficar de olho em leilões e até mesmo acompanhar se o item que você tanto deseja abaixou de preço. São muitas as ofertas e os preços oscilam bastante, por isso é bom estar sempre atento.

A minha recomendação para compra, venda e troca de jogos e portáteis na internet, logicamente, é o nosso grupo do Game Boy Brasil, onde você encontra variedades de jogos e aparelhos portáteis, não só da Nintendo, mas também de outras marcas e modelos, como o PSP da Sony e o Master System Portátil da TecToy. 

Lá você também pode encontrar o WonderSwan da Bandai e o Game & Watch, entre outras raridades que já deram as caras na nossa comunidade, como foi o caso de um modelo da Game.Com da Tiger (o primeiro portátil do mundo com conexão de internet e tela sensível ao toque), e até mesmo um MegaDuck (conhecido também como Cougar Boy, da não muito conhecida Welback Holdings – inglês). Além disso você pode contar com o apoio da Equipe Game Boy Club que acompanham as trocas, vendas e anúncios e estão sempre de prontidão para auxiliá-lo nessa jornada de colecionador.


Não compre logo de cara – conheça o item e o vendedor

Todos os vendedores procuram sempre por bons argumentos para vender o seu peixe (no nosso caso, os portáteis). Negocie sempre com o vendedor, confira sua reputação e se possível, converse com pessoas que já negociaram com ele e colete o máximo de informações que puder. Recomendo também que você negocie pessoalmente e procure sempre buscar sua compra em locais públicos e acompanhado de alguém.


Analise bem as condições do portátil

Tela

Verifique se a tela do portátil possuí defeitos. Às vezes você pode encontrar arranhões na tela de proteção (aquela de acrílico) ou na que reproduz os jogos. Manchas escuras também podem atrapalhar a experiência enquanto você joga. Isso é comum principalmente nos modelos mais antigos do Game Boy e Game Boy Pocket, mas na hora de negociar vai do papo entre você e o vendedor.

Ai ai ai… Que dor no coração!

Em todos os aparelhos pode ocorrer o temido Dead Pixel (pixel morto), onde a imagem não é exibida em um ou mais pontos da tela. No caso dos modelos como o Game Boy Advance SP e alguns do Nintendo DS, a tela pode apresentar manchas ou pixels brancos, chamados de Hot Pixel (pixel quente), onde não são mais exibidas corretamente as imagens do jogo.

As faixas sem pixel na tela são os famosos Dead Pixels.

Verifique também o nível de brilho e contraste dos portáteis. Os modelos como o Game Boy “Tijolão” e Game Boy Pocket podem apresentar variações de contraste devido a qualidade da película polarizadora que se encontra na tela. Quanto ao brilho da tela, modelos como e Game Boy Advance SP possuem iluminação diferente em duas versões do mesmo portátil, a primeira, sendo a AGS-001, a iluminação é executada na dianteira da tela. Já na AGS-101, a iluminação é maior e mais brilhante. Alguns vendedores costumam vender o modelo AGS-001 como se fossem o modelo AGS-101, mas fica a duvida se realmente o vendedor não sabe diferenciar os modelos ou se faz isso para tentar “furar o olho” do comprador. Fique sempre atento a isso! Você pode verificar o modelo do portátil na etiqueta na parte de trás do aparelho. Caso não haja esta etiqueta ou a identificação esteja rasurada, fique esperto com sua compra.

Comparação de brilho da tela entre
Game Boy Advance Micro, SP AGS-101 e SP AGS-001

Além dos modelos citados anteriormente, os do Nintendo DS até a atual família do 3DS, possuem ajuste de brilho na tela. Verifique se os níveis de brilho dos aparelhos estão funcionando corretamente, pois já tiveram casos onde o ajuste de brilho não funcionava.

Dica extra: No caso do Nintendo 3DS, os aparelhos possuem uma chave de intensidade e poderm desabilitar o efeito 3D. Muitos portáteis à venda estão com essa chave travada ou quebrada e isso pode desagradar ou atrapalhar o jogador.

Lembre-se de verificar também se as telas sensíveis ao toque (touch screen) das versões Nintendo DS e Nintendo 3DS estão funcionando corretamente. Fique muito atento com a tela destes aparelhos, pois devido ao uso da caneta na tela sensível é normal encontrá-la riscada, e não são riscos superficiais, realmente atrapalham a jogatina e até mesmo a visualização da imagem reproduzida.

Carcaça

Veja em qual estado de conservação encontra-se a carcaça do portátil à venda. As vezes ele pertencia à alguma criança ou era de alguém que não teve os devidos cuidado com o aparelho quando pequeno. Com isso, arranhões, desbotados, batidas e trincados podem estar presentes nos itens anunciados. Preste atenção também se a carcaça do aparelho é a original. Hoje com sites como o AliExpress e GearBest você encontra facilmente carcaças alternativas para reposição do portátil, onde muitos vendedores aproveitam para usar a velha história do “produto novo, impecável, pouco usado!”.

Carcaças de Game Boy Color e GBA são as mais encontradas em sites chineses.

Sons e botões

Se possível, peça para o vendedor enviar um vídeo demonstrativo do portátil em que ele demonstre todos os botões e sons em funcionamento. Alguns jogos possuem no menu uma opção para trocar os botões de comando. É uma boa para que você possa testá-los e se certificar se tudo está em perfeito funcionamento.

Desde os primeiros modelos do Game Boy e do Nintendo DS, foram apresentados dois alto-falantes sensíveis para a reprodução de som em modo estéreo. Verifique sempre se ambos os alto-falantes estão funcionando e não se esqueça de checar também a entrada do fone de ouvido. Há casos em que o alto-falante está quebrado, com reprodução sonora muito baixa ou que funcionam somente através do fone de ouvido. Este é um item muito importante a se verificar.

Compartimento das pilhas ou baterias

Verifique se a tampa do compartimento das pilhas está em bom estado. Algumas tampas estão com a trava quebrada e o “jeitinho brasileiro” faz com que o pessoal coloque um papelzinho de apoio. Há também casos onde se tem ferrugem no compartimento de pilhas, geralmente em decorrência do vazamento das mesmas enquanto estava guardado.

Nos portáteis que utilizam baterias, é importante verificar se elas não estão estufadas devido ao tempo de uso, se apresentam vícios ou defeitos. Verifique se a entrada do carregador, os carregadores e cabos estão em perfeito estado de funcionamento. Desconfie de vendedores que usam frases como “O portátil funciona, mas está sem bateria” ou “O portátil é impecável, mas está sem o carregador e não consigo testar”.

Cuidado com as pilhas dentro do seu aparelho!

Itens extras como caixas, manuais e etiquetas

Na parte traseira de todos os portáteis da Nintendo existe uma etiqueta onde você pode verificar algumas informações, tais como local de fabricação, modelo e número de série (serial number). Alguns colecionadores fazem questão que esta etiqueta não esteja rasurada ou com informações ilegíveis. Se você procura um item de coleção de qualidade, sempre verifique essas informações. O número de série do portátil é de extrema importância para os colecionadores mais exigentes. Alguns compradores também pedem a nota fiscal de compra original do aparelho, isso valoriza demais o item vendido.

Fique atento com vendedores charlatões que trocam a carcaça e que junto vem uma etiqueta de qualidade duvidosa sobre o portátil. Geralmente essas etiquetas possuem a logomarca da Nintendo impressa de uma forma horrível e as informações ilegíveis.

Procuro sempre organizar minhas caixinhas e cartuchos. 😉

Detalhes, detalhes e… Mais detalhes

Caso você não esteja negociando o item pessoalmente e não consiga ver o portátil ou os jogos em suas mãos, peça o máximo de detalhes e fotos sobre o produto negociado. Quanto mais completo, melhor.

Caso o item possua a caixa, manuais, bercinho (o papelão ou os plásticos que acomodavam o portátil ou os jogos dentro da caixa), panfletos informativos ou de propaganda, melhor e mais valorizado ficará a sua coleção. Se for um modelo que você não conhece ou desconfia, pesquise sobre ele, verifique com alguém de confiança (veja mais abaixo) se o item está completo e se realmente vale a pena adquiri-lo.

Cuidado com vendedores que mandam imprimir caixas, etiquetas (chamadas de labels, em inglês) e manuais de instruções que tentam se passar por originais.


Jogos – Não saia comprando tudo o que achar

Tenha um foco nos jogos que você mais gosta ou procura comprar. Se gosta da série Super Mario, faça uma coletânea dos jogos lançados e assim por diante, pois sem foco ou planejamento você acabará sendo um colecionador acumulador, o que não é tão legal assim, a não ser que você tenha muita audácia e queira ser o maior colecionador de todos os tempos, não é mesmo? (Se você conseguir não esqueça de avisar a Game Boy Club!)

Vale também o cuidado de verificar se os jogos são piratas, se as carcaças estão em bom estado, se a pilha ou chip que guardam os saves dos jogos estão funcionando. No caso dos jogos piratas, é comum encontrar cartuchos onde não existe a pilha ou chip de save, e isso desvaloriza demais o cartucho.

A dica quanto as condições de caixas, bercinhos, etiquetas (labels) e manuais dos jogos que foram dadas para os portáteis também são válidas para os jogos.

Uma das melhores aventuras do Game Boy!

Não acumule demais, cuidado com modelos repetidos

É legal ter um portátil de cada em sua coleção, possuir modelos repetidos pode não ser uma boa ideia. Uma boa dica é adquirir alguma edição especial e adicionar na sua coleção. Modelos repetidos vale apenas para os portáteis em que você possui uma edição completamente lacrada e original, pois os aparelhos e jogos lacrados são extremamente valiosos neste mercado. Com isso, o outro modelo você pode se divertir e tirar um bom proveito. Mas lembre-se sempre: ter um portátil de cada época e geração já está de bom tamanho. Vender os itens repetidos também é uma ótima iniciativa para conseguir fazer um dinheiro extra ou mesmo para utilizá-lo em novas trocas e negociações.


Manutenção e cuidado com os seus portáteis

É de suma importância possuir alguns portáteis para utilizá-los na reposição ou restauração de peças, principalmente para os modelos mais antigos. Como eles já não são mais fabricados é muito difícil encontrar peças sobressalentes. O que você pode fazer: caso você possua um Game Boy Color com a tela danificada, utilize sites de leilão e procure por ofertas de outros aparelhos mais baratos, com o acrílico da tela arranhado ou algum outro defeito na carcaça e utilize-o para fazer a reposição em seus modelos mais novos.

É sempre bom cuidar dos pequenos!

Cuide bem do seu portátil. Para isso, não o deixe parado, jogue!

Com o tempo, o seu portátil pode passar por alguns apuros devido a falta de uso. A tela resseca e deixa aquelas manchas ovais escuras, principalmente nos modelos mais antigos que não tem muito como evitar, mas é bom prevenir. Para ajudar a evitar esse tipo de acidente, coloque saquinhos de sílica gel dentro das caixas de jogos ou juntamente com os portáteis para evitar umidade. Também é aconselhável guardá-los dentro de saquinhos escuros (aqueles plásticos dos correios ou até mesmo enrolados em um pano preto é uma boa), pois evitam que os aparelhos tenha contato direto com a luz, que podem causar modificações de cores nas carcaças e principalmente nas telas.

Por isso, de tempos em tempos, mate a saudade dos seus portáteis e faça testes preventivos. Nunca guarde os aparelhos munidos com pilhas, principalmente as alcalinas, pois elas podem vazar e o Zinabre pode danificar a entrada das pilhas. Se esse vazamento escorrer até a placa do portátil você pode perdê-lo.


Fácil, prático, compacto e portátil!

Uma das grandes vantagens em possuir uma coleção de portáteis é que eles não ocupam muito espaço e podem ser guardados em prateleiras, caixas plásticas, gavetas ou até mesmo em um cantinho do seu guarda-roupa, deixando sua coleção sempre organizada! Alguns colecionadores confeccionam caixas personalizadas em madeira, já outros são até mais exigentes e fazem questão de possuir as maletinhas, bolsas que foram lançadas oficialmente para cada um dos aparelhos. Vai do gosto de cada colecionador na hora de guardar seus portáteis.

Alguns jogos eu gosto de ter pela beleza das artes nas caixinhas.

Peça ajuda dos especialistas

Ficou com duvidas se o jogo, carcaça ou portátil é original? Você está no lugar certo!

A equipe do Game Boy Club está sempre de prontidão para auxiliar você na hora de comprar, vender ou trocar seus jogos e portáteis. Você pode enviar suas fotos e tirar suas dúvidas através da nossa página no Facebook. A nossa equipe irá te auxiliar para saber se o portátil está em um valor acessível, se é original, se foram feitas modificações no aparelho e se realmente vale à pena negociar. Você também pode bater um papo com a galera no nosso grupo no WhatsApp onde a equipe do Game Boy Club está também no apoio e suporte.


Conclusão

Cada colecionador cria o seu acervo de acordo com seus gostos e preferências. Alguns colecionadores gostam de possuir itens completos, outros não se importam que o portátil não apresente caixas, manuais de instruções e que até mesmo esteja em perfeito estado. O importante é que você esteja feliz com sua coleção, seja ela grande ou pequena. Colecionadores podem mudar de estilo. Eu mesmo, já possuí muitos portáteis e jogos repetidos.

Gosto só um pouco dos portáteis Nintendo.

Hoje, com anos de experiência e negociações em sites e grupos de barganhas, resolvi colecionar somente um modelo de cada portátil e ficar com os jogos que eu mais gosto. Cheguei a perder alguns portáteis por ficarem parados e terem problemas na tela, até mesmo um Nintendo 3DS do primeiro modelo teve problemas com a bateria. Por isso, resolvi seguir um foco para montar minha coleção, e como conhecimento nunca é demais, ficam aqui essas dicas para que possam auxiliá-los durante sua compra, venda ou troca. Fico a disposição para todos aqueles que precisarem de ajuda para adquirir, ampliar ou iniciar sua coleção de portáteis.

Existem três tipos de treinadores Pokémon: o que deseja somente registrá-los em sua Pokédex, o que quer utilizar somente os Pokémon para batalhas e aquele que possuí alguns deles somente por amor e afinidade… Assim também são os colecionadores de portáteis: alguns desejam possuir todos os modelos e completar a sua coleção, outros querem colecionar certos modelos que mais gostam e têm aqueles que querem somente um ou outro que marcaram sua história em algum momento da sua vida.

SiggyKun

Lembre-se de participar do nosso grupo de compras, vendas e troca de jogos e portáteis no Facebook. 😉

RevisãoNatália Donatto
Artigo Anterior
Finalmente, depois de quase 1 ano nós voltamos!
Próximo Artigo
The Legend of Zelda: Link's Awakening DX


Comentários


Wellington Fox

Projetista 3D, gamer e apaixonado pelas franquias da Nintendo. Tive meu primeiro contato com os videogames ainda quando criança entre amigos quando realmente coloquei as mãos em um Game Boy. Da lá para cá vou mantendo minhas paixões pelos portáteis e curtindo as jogatinas entre retrogames e novidades atuais. Bora jogar?


Compartilhe